25 de novembro: Em luta pela vida e pelos direitos das mulheres
nov25

25 de novembro: Em luta pela vida e pelos direitos das mulheres

Entre os desafios para a efetiva garantia dos direitos das mulheres no Brasil está a melhoria na segurança pública e na abordagem aos agressores.
Leia mais
Uma visão católica a favor do aborto
nov19

Uma visão católica a favor do aborto

Leia o artigo da coordenadora de Católicas para Revista TPM. Yury Puello Orozco é teóloga, doutora em ciências da religião, e católica praticante.
Leia mais
Feminismo frente a fundamentalismos religiosos: mobilização e contramobilização em torno dos direitos reprodutivos na América Latina
ago21

Feminismo frente a fundamentalismos religiosos: mobilização e contramobilização em torno dos direitos reprodutivos na América Latina

Pesquisadora feminista analisa o fundamentalismo que prejudica os direitos humanos no continente, assim como as estratégias feministas para combatê-lo.
Leia mais
Por um País de todxs de fato!
mar25

Por um País de todxs de fato!

Nossa democracia tem apenas três décadas e é fruto especialmente da luta dos movimentos sociais no Brasil. O País enfrenta muitos e complexos problemas, mas é importante destacar que, nos últimos dez anos, vimos alguns avanços que, mesmo não sendo completamente satisfatórios, são importantes para a garantia dos direitos civis e humanos de nossa população.
Leia mais
Descriminalização do aborto e autonomia da mulher
fev17

Descriminalização do aborto e autonomia da mulher

No Brasil o aborto é admitido — em todos ou alguns casos — por 81% da população católica, segundo dados da pesquisa "A Voz do Povo" realizada pelo instituto de pesquisas Bendixen&Armandi International, a pedido do portal de notícias hispano-americano Univisión.
Leia mais
O Papa Francisco e a hora da verdade
jul19

O Papa Francisco e a hora da verdade

Os escândalos de pedofilia na Igreja católica contribuíram para minar sua credibilidade. Tão grave quanto a prática da pedofilia é a atitude da hierarquia católica, que esconde padres denunciados por suas vítimas, transferindo-os de paróquias e estabelecendo a “política do silêncio”, que nega acusações e protege padres agressores.
Leia mais