Nota de repúdio contra assédio sexual de mulheres em espaços acadêmicos: Católicas repudia a violência misógina nas universidades!

Tomamos conhecimento de denúncias de assédio sexual e moral ocorridos na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). As violências teriam sido causadas por um professor do Centro de Ciências Humanas e Educação (Faed).

Os espaços acadêmicos, mesmo sendo locais de acesso à informações pertinentes ao campo dos direitos humanos, não deixam de ser ambientes em que se reproduzem mecanismos de poder, controle e manutenção de privilégio masculino. A violência é mais uma entre muitas formas de interdição das mulheres nas universidades. O assédio sexual contra estudantes se tornou uma ferramenta clássica de demarcação territorial masculina, na medida em que destrói a auto-estima das mulheres, limitando seu potencial acadêmico e reduzindo a presença das mesmas nas universidades.

Nós, Católicas pelo Direito de Decidir, nos solidarizamos com as alunas e exigimos que a Procuradoria Geral do Estado de Santa Catarina e a Universidade do Estado de Santa Catarina apurem o caso mais rápido possível. Ainda, é de extrema importância que a universidade amplie de forma permanente o debate sobre assédio sexual de alunas por professores, seja por meio de campanhas, atividades ou eventos.

Author: catolicas01

Share This Post On