Mulheres se organizam para formar coletivo de Católicas no Sul do país

10429302_775559829186949_319525444649882783_n

Por Jaiane Seulim, Multiplicadora de Católicas

Nos dias 14 e 15 de março de 2015 aconteceu o segundo seminário de multiplicadoras das Católicas pelo Direito de Decidir, na cidade de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, nas dependências da sede nacional do Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos (CEBI).

Embaladas pela mística de abertura ‘que canção conta a nossa história?’, as mulheres foram instigadas a se apresentar contando sua vida para que não sejamos mais uma anotação a margem dos escritos patriarcais e possamos nós, em atitude sororal*, contar as futuras gerações sobre nós mesmas.

O curso reuniu jovens mulheres da região metropolitana de Porto Alegre e interior do Rio Grande do Sul, bem como mulheres de Santa Catarina, e teve por temática Intolerância Religiosa, Estado Laico e Direito das Mulheres.

Para ver as fotos do encontro acesse nossa página no Flickr: https://www.flickr.com/photos/ascatolicas/sets/72157651219638189/

A facilitação da temática do encontro ficou por conta do Prof. Dr André Musskopf, da Escola Superior de Teologia de São Leopoldo e da profª Dra. Isabel Felix, representante das Católicas de São Paulo. Além de discutir sobre como a intolerância religiosa interfere negativamente na conquista e consolidação dos direitos das mulheres, as mulheres ali reunidas discutiram sobre os argumentos de Católicas no sentido de defender as pautas feministas.

Ao final do seminário, em conversa de planejamento o grupo decidiu continuar se encontrando a fim de formar um coletivo das Católicas no Rio Grande do Sul. Ficou marcada a data de um próximo seminário para os dias 10, 11 e 12 de outubro onde serão aprofundadas as temáticas das Católicas.

O seminário foi uma realização das Católicas pelo Direito de Decidir, em parceria com o Programa de Gênero e Religião da Faculdades EST (PGR), Rede Ecumênica da Juventude do RS (REJU Sul), e Centro de Estudos Bíblicos.

* Para saber mais sobre o conceito de sororidade feminina, recomendamos a leitura de um texto da feminista blogueira Jarid Arraes: http://www.revistaforum.com.br/blog/2015/02/para-recalcadas-com-amor/

Author: rack

Share This Post On