O machismo sempre vence?

volei-machista

No final de 2016, a Seleção Brasileira de Vôlei Feminino se consagrou como a vencedora do Grand Prix, realizado na Turquia.

Neste domingo, 17 de julho, a Seleção Masculina perdeu a final para a Sérvia, ficando em segundo lugar no torneio, realizado na Polônia.

Ambos os resultados nos deixam felizes porque, afinal, noss@s atletas fazem um trabalho espetacular levando um pouco do Brasil mundo afora.

Agora, o que nos deixa indignadas é que, em pleno 2016, ainda tenhamos que enfrentar o machismo institucional que desvaloriza atletas mulheres em todas as modalidades esportivas.

A Seleção Feminina GANHOU o torneio e recebeu, além das medalhas e troféu, 200 mil dólares.

A Seleção Masculina ficou em SEGUNDO lugar e ganhou 500 mil dólares. A Sérvia ganhou 1 milhão!

A Federação Internacional de Vôlei organiza ambos torneios internacionais.

Por que os prêmios em dinheiro são tão discrepantes entre as seleções masculinas e femininas?

A resposta é simples: devido ao MACHISMO entranhado em todas as esferas da vida social, inclusive no esporte.

Nossas meninas ganharam UM QUINTO do prêmio pago para a Sérvia.

Até quando?

Author: rack

Share This Post On