Católicas na Imprensa em 2017: difundindo conhecimento e fortalecendo lutas

2017 foi um ano de lutas e muito debate sobre as questões dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres. Em meio aos retrocessos no legislativo, o movimento de mulheres foi para as ruas mostrar indignação e pressionar por mudanças e garantias de direitos já adquiridos.

No início do ano, lançamos nossa pesquisa sobre aborto e educação sexual feita em parceria com o IBOPE Inteligência, que contribuiu de forma positiva para o debate sobre esses temas na sociedade brasileira. Os números mostraram que os políticos fundamentalistas estão agindo contra a opinião pública brasileira. Nossa pesquisa apareceu em diversos veículos de imprensa, como Correio Braziliense, UOL e Huffpost Brasil. Também tivemos presença na TV e em Rádio.

Entre muitos retrocessos propostos no legislativo, a PEC 181 teve especial destaque na imprensa. O projeto de lei foi tema de muitas mobilizações feministas por todo o país e Católicas pelo Direito de Decidir esteve nas ruas para reforçar a importância da luta contra os fundamentalismos e pelo Estado Laico. Levamos um cartaz cuja mensagem repercutiu amplamente nas redes sociais e em diversos veículos, como por exemplo, o Estadão e O Povo.

Nossa presença no ato de São Paulo foi repercutida na imprensa e reverberou junto a um público que ainda não conhecia a organização, ampliando o alcance dos nossos argumentos em um momento tão crítico para a democracia brasileira. Na sessão “Painel do Leitor” da Folha de S. Paulo, Beatriz Bracher citou Católicas pelo Direito de Decidir como grupo feminista “inesperado, mas consistente.” A BBC Brasil e o Huffpost Brasil recuperaram a história da organização em artigos especiais. No mesmo momento, e juntamente com Católicas, outras feministas do campo religioso foram ouvidas pela imprensa, com destaque para matéria em O Globo.

Católicas pelo Direito de Decidir acredita que a comunicação tem papel fundamental na defesa da democracia e dos direitos humanos. Assim, reconhece a importância do trabalho cotidiano de profissionais comprometidos com a pauta progressista e agradece aos veículos, em especial, jornalistas e repórteres, pela visibilidade dada à nossa trajetória, às nossas ações e argumentos.

Author: catolicas01

Share This Post On